AGOSTINHO PASUCH / Despachante de Trânsito em Nova Roma do Sul:

 

De descendência italiana (pai imigrante de Belluno, província da região de Vêneto) e natural do Distrito de Antônio Prado, Nova Roma do Sul, hoje Município, Agostinho Pasuch começou a trabalhar muito cedo. Com 10 anos de idade auxiliava seu irmão mais velho que tinha um comércio e, agregado a este, um pequeno escritório de contabilidade, no qual realizava o recolhimento de rodágio (imposto anual que as carroças eram obrigadas a pagar para circular nas estradas) e atualizava a documentação daqueles veículos aos trabalhadores da localidade. Agostinho Pasuch trabalhava no balcão do comércio e também realizava serviços externos, para o irmão.
Em 1968, já com seu próprio escritório contábil, agregou à sua carteira de clientes, o serviço de licenciamento de veículos, ou seja, iniciou também como despachante veicular. Mas, avesso a muita publicidade, principalmente de fachada de escritório, traz, discretamente, na parede de seu ambiente de trabalho, seu alvará da atividade profissional como despachante de trânsito.
Orgulha-se de seu trabalho honesto, sincero e sem facilidades a ninguém e, assim sendo, nunca teve nenhum problema de qualquer ordem.  Além da contabilidade e despachante, o senhor Agostinho Pasuch é graduado em Gestão imobiliária. Ser um despachante de trânsito foi muito importante porque lhe trouxe muito conhecimento profissional e como consequência, um bom resultado financeiro.

“Como em Nova Roma do Sul, como não existe Centro de Registro de Veículos Automotores (CRVA), há uma autorização de deslocamento do CRVA de Farroupilha para atender os serviços de despachante no município, no qual este deslocamento é feito normalmente a cada 15 dias.” Comenta ainda o Senhor Agostinho que poderiam ter um CRVA bem mais perto de Nova Roma do Sul, mas, em vista do bom trabalho e atenção dispensada por ele, aos clientes, a comunidade recorre sempre aos bons serviços prestados por sua empresa.

Os serviços de um despachante são imprescindíveis, pois é este profissional quem orienta o cliente e organiza toda a documentação e demais providências para que o processo siga seu curso normal quando encaminhado ao CRVA, gerando assim a satisfação total do cliente.
Sempre teve ligação com o Sindicato desde o início de sua atividade profissional como despachante de trânsito e entende que o Sindicato representa muito bem a categoria. Para sua empresa, o Sindicato é sempre um ponto de referência.
Encerrando seu depoimento, a dica do Senhor Agostinho Pasuch é:
“Com a Honestidade e o Trabalho, a Felicidade e a Vitória são resultados certos!”

Novembro/2012